Forums » RGSS

Aula 6: O Ponto Crítico!

    • 683 posts
    2 de junho de 2015 18h47min48s ART

    Imagem Postada


    Imagem PostadaPrefácio
    Depois de 5 aulas, nós estamos chegando em um ponto críticos do conteúdo, para podermos prosseguir, precisamos ter total domínio em vários conceitos, esta aula servirá para isso, será uma aula um tanto pesada, mas se não entenderem alguma coisa, não se preocupem pois iremos aos poucos retomar cada coisa, aviso que a partir da próxima aula começaremos a ter conteúdos extremamente práticos que nos levarão para a criação de nossa 1º scene!

    Imagem Postada


    Imagem PostadaPara Começar, as switches
    Uma switch é, na verdade, um dado do tipo booleano, o que é isso? É um dado que só assume dois valores: true (verdadeiro, ligado) ou false (falso, desligado), na programação esses valores são representados por 1 e 0 respectivamente (0 e 1 binários não os decimais). (Curiosidade>é por isso que o botão power dos aparelhos eletronicos tem um número 1 e um 0, reparem que vocês irão ver!)

    Imagem PostadaComo usar?
    Podemos usar valores booleanos ou "booleans" utilizamos os possíveis valores que eles podem tomar, ou seja, true ou false! Vamos a um exemplo:

    var = true
    
    if var
      <...>
    end
    

    Veja que na condição, eu posso apenas colocar var, mas porquê? Sempre que tenho uma condição, na verdade eu estou testando se o meu valor é true ou false, por exemplo:

    n = rand(2)
    if n == 0
      <...>
    end
    

    O que o computador fará nesse caso? Ele irá verificar, n é 0, se for, vai retornar um true, caso contrário, será um false e ai não vai executar a acondição!!!
    Como fazer uma condição em que tem que ser false?
    Use !!
    Você tambêm pode usar um operador lógico.

    Imagem Postada


    Imagem PostadaOperador lógico de NEGAÇÃO
    Vocês devem lembrar da aula passada o and e o or, bom, tem mais um muito utilizado, o not, vamos a um exemplo:

    n = rand(2)
    if not n == 0
    <...>
    end
    

    Nesse exemplo, o computador executará a condição sempre que n não for 0!

    Imagem Postada


    Imagem PostadaAmpliando os conhecimentos com OPERADORES
    Ensinarei agora, um truque para facilitar a vida de todos!!! Existem símbolos que podem ser usados com a mesma finalidade dos operadores lógicos, são eles:

    && > equivale ao and, use da exata mesma forma:
    if var1 == 3 and var2 >= 4
    fica:
    if var1 == 3 && var2 >= 4

    || > equivale ao or, também use da mesma forma
    if n < 93 or n >= 150
    fica:
    if n < 93 || n >= 150

    ! > equivale ao not, tem que estar junto da variável para funcionar!
    if not var == 5
    fica
    if !var == 5
    (poderia ter usado também if var != 5)

    Imagem Postada


    Imagem PostadaListas
    Agora que encerramos os conceitos de operadores lógicos, vamos aprender como criar e utilizar as listas!

    Imagem PostadaO Que é Uma Lista?
    Lista é um objeto da classe Array, você pode imaginá-la como uma fita cheia de buracos que nós podemos colocar coisas lá:
    |_|_|_|_|_|_|_|_|_|_|_|_|_|_|_|_|
    Cada buraco tem um valor, que chamamos de endereço e é com ele que podemos nos "encontrar" dentro da nossa lista. Vamos exemplificar:
    LISTA = []
    LISTA = [5,3,4,7,1,9]
    Tenho certeza que você já viu algo parecido em algum scritp, analisando essa lista, podemos dizer que o inteiro 5 está no endereço 0, 3 está no 1, 4 no 2...
    Note agora que as $game_variables, os $game_actors e vários outros objetos são listas!
    Para usá-los colocamos o nome do objeto, depois entre [] colocamos o endereço da lista e ai usamos normalmente, por exemplo:
    $game_variables[3] += 4
    Quando eu digo que eu estou no endereço 3, automaticamente estarei utilizando as opções do objeto que esta naquela posição, no caso das variáveis, todos os endereços são preenchidos com números, assim, posso somar, dividir...
    Veja também que na classe Game_Actors, podemos usar os métodos do objeto, pense que em $game_actors, cada endereço é preenchido com um personagem, assim, $game_actors[1] vai usar o personagem 1, as opções deles são, entre outras coisas seus atributos, assim $game_actors[1].hp $game_actors[1].sp $game_actors[1].str são comandos válidos, pois asseçam os atributos do personagem de endereço 1 (1 no nosso exemplo, você pode acessar os outros.)

    Imagem PostadaListas dentro de listas.
    Este é um recurso muito utilizado, se você baixou a minha demo do SBABS, vai notar que existem muitas listas, na verdade todas as configurações são feitas por elas!
    Exemplo:
    AMMO_SKILL = []
    AMMO_SKILL[51] = [0, true]
    Como vou usar isso lá nos comandos? usando uma lista dentro da outra. Exemplo: AMMO_SKILL[51][0] > pegando a lista AMMO_SKILL, quero o endereço, 51, dentro desse endereço, quero outro endereço o [0], usando isso, irei pegar o número 0 que está na lista!

    Imagem Postada



    Imagem PostadaO NIL
    Apenas para constar, o vazio também está presente no RGSS, ele é representado pelo nil, é impoertante saber o que é isso, pois é normal que em scripts complexos apareçam erros do tipo: "Undefined metod for nill:Class", essas mensagens aparecem pela ocorrência de erros simples como:

    if var && !var1
    n = 5
    end
    n += 4

    O erro ocorrerá quando a condição não for válida, pois n não será 5, será nil, como é impossível somar 4 no vazio vai dar erro. O correto seria:
    n = 0
    if var && !var1
    n = 5
    end
    n += 4
    Já que n valerá 0, independentemente da condição, eu posso somar 4!

    Imagem Postada



    Imagem PostadaDominando os MÉTODOS
    Até agora, não utilizamos muito os métodos, porém agora deixaremos claro todas as possibilidades que eles possuem (talvez não todas, mas pelo menos as que nos interessam)

    Chamando métodos:
    Você está acostumado a fazer coisas como:
    obj = Aleat.new
    obj.executar
    Porém os métodos são bem mais do que isso. Veja o exemplo abaixo:

    class Scene_Teste
      def main
        Graphics.transition
        loop do
          Graphics.update
          Input.update
          update
        end
      end
      def update
        <...>
      end
    end
    

    O que nos importa nesse exemplo, veja que dentro do comando loop do, eu tenho o comando update, mas o que seria isso? update é um método da nossa classe, quando estou executando um método, posso chamar outro, se ele é dentro da classe, apenas coloco o nome dele.

    Imagem PostadaO Comando return
    Nosso querido return tem 2 finalidades:
    Encerrar a execução de um método: sempre que o computador lê um return, ele pula direto para o fim do método, por exemplo:

    var = rand(4)
    if var == 0
      return
    end
    var +=
    

    Nesse exemplo, se var assumir o valor 0, a condição estará satifeita e como tem um return, nada mais será executado naquele método, porém se não for 0, vai somar mais 1

    Retornar um valor: vamos direto a um exemplo:

    def soma
      $game_variables[3] = $game_variables[1] + $game_variables[2]
      return $game_variables[3]
    end
    

    Usando esse código, eu poderia dentro de um método usar n = soma, por exemplo, fazendo isso, n assumirá o valor da variável 3! Que é a que é retornada no método.

    Imagem PostadaParâmetros
    Parâmetros são informações que alguns métodos nescessitam para funcionar, não vou entrar em detalhes agora, mas por exemplo:
    $game_party.gain_item(id, quantidade)
    O conteúdo entre () são parâmetros do método!

    Imagem Postada


    Tags de busca

    • RGSS
    • Array
    • Parâmetros
    • Métodos
    • Lógica


    Imagem PostadaLeitura Adicional: http://pt.wikipedia...._de_programação